DOI: https://doi.org/10.21829/myb.2011.1721148

Utilização de resíduos de Pinus spp., metacaulim de alta reatividade e resíduo de cerâmica calcinada em compósitos cimento-madeira

Adauto José Miranda de Lima, Setsuo Iwakiri, María Guadalupe Lomelí-Ramírez

Resumen


Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial de utilização do resíduo do desdobro de toras de Pinus spp. e de substituições parciais do cimento Portland por metacaulim de alta reatividade e resíduo de cerâmica calcinada, em compósitos cimento-madeira. As características físicas (massa específica, índice de vazios e absorção de água) e mecânicas (resistência à compressão e a tração) dos compósitos, foram determinadas conforme normas da ABNT. Foram testadas substituições do cimento Portland por teores de 5% a 40% de metacaulim de alta reatividade e 5% a 40% de resíduo de cerâmica calcinada. Em ambos casos foram utilizados, aditivos químicos (CaCl2.2H2O) para acelerar a pega do cimento e superplastificante, a fim de manter inalteradas as características reológicas do compósito. Os resultados demonstraram a viabilidade técnica da utilização do resíduo de Pinus spp. e das substituições parciais do cimento Portland dos compósitos. Os valores otimizados destas substituições foram determinados através de análise multivariada, sendo de 10% para o metacaulim de alta reatividade e de 5% para o resíduo de cerâmica calcinada.

Palabras clave


Compósito cimento-madeira; Pinus spp.; metacaulim de alta reatividade; resíduo de cerâmica calcinada

Texto completo:

PDF

Referencias


Ângulo, S.C., Zordan, S.E., John, V.M. 2001. Desenvolvimento sustentável e reciclagem de resíduos na construção civil. In: Seminário Desenvolvimento Sustentável e a Reciclagem na Construção Civil – Materiais Reciclado e suas Aplicações. CT206. IBRACON. Anais. São Paulo. p. 45-56.

ABCERAM - Associação Brasileira de Cerâmica. Cerâmica no Brasil – Números do Setor. Documento disponível em www.abeceram. org.br. Acesso em 15/09/2008.

ABIMCI - Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente. Estudo Setorial 2008. Documento disponível em www.abimci.com.br. Acesso em 25/09/2009.

ABNT - NBR 5733: Cimento Portland de alta resistência inicial. Rio de Janeiro, 1991. ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

ABNT - NBR 7215: Cimento Portland – Determinação da resistência à compressão. Rio de Janeiro, 1997.

ABNT - NBR 7222: Argamassa e concreto – Determinação da resistência à tração por compressão diametral de corpos-de-prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 1994.

ABNT - NBR 9479: Argamassa e concreto – Câmaras úmidas e tanques para cura de corpos-de-prova. Rio de Janeiro, 2006.

ABNT - NBR 9778: Argamassas e concretos endurecidos – Determinação da absorção de água, índice de vazios e massa específica. Rio de Janeiro, 2006.

ABNT - NBR 12653: Materiais pozolânicos. Rio de Janeiro, 1992.

Carmo, J.B.M. 2006. Análise comparativa do desempenho de concretos compostos com sílica ativa e metacaulim face a resistência mecânica e a viabilidade econômica. Curitiba. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Paraná. 136 p.

DNPM - Departamento Nacional de Pesquisa Mineral. Relatório sobre a oferta mundial e produção nacional de metacaulim no ano 2007. Documento disponível em www.dnpm.gov.br. Acesso em 29/06/2008.

Freitas, L.C. 2000. A baixa produtividade e o desperdício no processo de beneficiamento da madeira: Um estudo de caso. Florianópolis. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Catarina. 120p.

Gonçalves, J.P., R.D. Toledo Filho y E.M.R. Fairbairn. 2006. Estudo de hidratação de pastas de cimento Portland contendo resíduo cerâmico por meio de análise térmica. Ambiente Construído, 6(4):83-94.

Isaia, G.C. 2005. Concreto: Ensino, Pesquisa e Realizações. 2v. IBRACON, São Paulo. 1.600 .

Iwakiri, S. 2005. Painéis de madeira reconstituída. Fundação de Pesquisas Florestais do ParanáFUPEF. Curitiba. 247 p.

John, V.M. y V. Agopyan. 1993. Materiais reforçados com fibras vegetais. In: Simpósio Internacional de Materiais Reforçados com Fibras para a Construção Civil. Anais. EPUSP, São Paulo. p. 29-38.

Lange, H., M.H. Simatupang y A. Neubauer. 1989. Influence of latent hydraulic binders on the properties of wood-cement composites. In: 1st Inorganic Bonded Fiber Composites Symposium. Forest Products Research Society. USA. Proceedings. p. 48-52.

Lima, A.F., E.R.P. Jará y V.A. Alfonso. 1988. Madeira como matéria-prima para fabricação de pasta celulósica. In: Celulose e Palpel: tecnologia de fabricação da pasta celulósica. 2ª ed. São Paulo. p. 129-167.

Mehta, P.K. y P.J.M. Monteiro. 2008. Concreto: estrutura, propriedades e materiais. São Paulo. Ed. Ibracon. 674 p.

Mendes, S.E.S. 2002. Estudo experimental de concreto de alto desempenho utilizando agregados graúdos disponíveis na região metropolitana de Curitiba. Curitiba, Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Paraná. 146 p.

Morais, S.A.L., E.A. Nascimento y D.C. Melo. 2005. Análise da madeira de Pinus oocarpa Parte I – Estudo dos constituintes macromoleculares e extrativos voláteis. Revista Árvore, Viçosa, 29(3):461-470.

Moslemi. A. A. 1989. wood-cement panel products: coming of age. In: 1st Inorganic Bonded Fiber Composites Symposium. Forest Products Research Society. Proceedings, USA. p. 12-18.

Nahuz, M.A.R. 2004. Atividades industriais com madeiras de Pinus – Atualidades e desafios. Revista da Madeira, 83:10-12.

Neville, A.M. 1997. Propriedades do concreto. 2ª ed. Ed. PINI, São Paulo. 738 p.

Oliveira, C.T.A. 2000. Água do poro de pastas de cimento de escória. São Paulo, Tese de Doutorado. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. 162 p.

Pinto, T.P. 1997. Reciclagem de resíduos da construção urbana no Brasil – Situação atual. In: Reciclagem e Reutilização de Resíduos como Materiais de Construção Civil. Anais. EPUSP/ANTAC. São Paulo. p. 156-170.

Rocha, G.G.N. y w.L. Vasconcelos. 2006. Carcaterização microestrutural do metacaulim de alta reativiadade. Concreto e Construções, n. 42. Ed. Ibracon. p. 98-116.

Ruy, V.A. 2004. Estudo da qualidade dos blocos cerâmicos produzidos pelas olarias da região metropolitana de Curitiba – Avaliação de três empresas selecionadas. Curitiba, Dissertação de Mestrado. Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná. 78 p.

Semple, K.E. y P.D. Evans. 2004. woodcement composites – Suitability of western Australian mallee eucalypt, blue gum and melaleucas. Rural Industries Research and Development Corporation. Kingston ACT. 64 p.

Zampieri, V.A. 1989, Mineralogia e mecanismos de ativação e reação das pozolanas de argilas calcinadas. São Paulo. Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo. 191 p.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2016 Madera y Bosques

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.


Madera y Bosques, Vol. 24, Núm. 1, Primavera 2018, es una publicación cuatrimestral editada por el Instituto de Ecología, A.C. Carretera antigua a Coatepec, 351, Col. El Haya, Xalapa, Ver. C.P. 91070, Tel. (228) 842-1835, http://myb.ojs.inecol.mx/, mabosque@inecol.mx. Editor responsable: Raymundo Dávalos Sotelo. Reserva de Derechos al Uso Exclusivo 04-2016-062312190600-203, ISSN electrónico 2448-7597, ambos otorgados por el Instituto Nacional del Derecho de Autor. Responsable de la última actualización de este Número, Reyna Paula Zárate Morales, Carretera antigua a Coatepec, 351, Col. El Haya, Xalapa, Ver., C.P. 91070, fecha de última modificación, 25 de abril de 2018.

Las opiniones expresadas por los autores no necesariamente reflejan la postura del editor de la publicación.

Madera y Bosques por Instituto de Ecología, A.C. se distribuye bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

 

Licencia Creative Commons

  Los aspectos éticos relacionados con la publicación de manuscritos en Madera y Bosques se apegan a los establecidos en el COPE.

  Gestionando el conocimiento