Vol. 3 Núm. 1 (1997): Primavera 1997
Artículos Científicos

Agrupamento de espécies madeireiras da amazônia em função da densidade básica e propriedades mecânicas

Claudete Catanhede do Nascimento
Instituo Nacional de Pesquisa da Amazônia/INPA
Biografía
José Nivaldo Garcia
Departamento de Ciências Florestais da ESALQ
Biografía
Maria del Pilar Diáz
Universidade Nacional de Córdoba
Biografía

Publicado 2016-09-06

Palabras clave

  • Wood,
  • density,
  • mechanical properties,
  • multivariate analysis,
  • A mazon,
  • species grouping
  • ...Más
    Menos
  • Madeira,
  • densidade,
  • propriedades mecânicas,
  • análise multivariada,
  • Amazônia,
  • agrupamento de espécies
  • ...Más
    Menos

Resumen

Este trabalho é o resultado da análise multivariada de 87 espécies madeireiras da A mazônia, em função da densidade básica e  propriedades mecânicas, onde estabeleceram-se cinco grupos diferentes entre si. Dentro de cada grupo as espécies apresentaram propriedades equivalentes. A s espécies aqui estudadas apresentam novas alternativas para substituir as madeiras tradicionais da região da A mazônia.

Citas

  1. Bussab, B.W.O., D.F. Andrade e E.S. Wyazaky. 1990. Introdução à análise de agrupamentos, s.1. Associação Brasileira de estatistica. 105 p.
  2. Hinz, P.N. 1975. A methods of clusters analysis and some applications. In: Ek, A.P.; Balsinger, J.W. e Pramnitz, L.C., Ed. Forest modeling and inventary. University of Wisconsin. Madison. Society of American Foresters: p: 111-122.
  3. Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal. 1988. Estação experimental de Curuá-Una. IBDF. In: Madeiras da Amazonia: Característica e utilização. Brasileira. Vol.2. 236 p.
  4. Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal. 1981. Estação Florestal Nacional de Tapajós. In: Madeiras da Amazônia: Características e utilização brasileira. CNPq. Vol 1. 113 p.
  5. Johnson, R. A. e D.W. Wichern. 1988. Applied multivariate statistical analysis. 2a ed. Englewood Cliffs, Prentice Hall. 607p.
  6. Spurr, S. e B.V. Barnes. 1980. Foresta ecology. 3ed. John Wiley and Sons. 687 p.